WWA - Web Winner Agency | Email da WWA info@wwinagency.com | Telemóvel da WWA 964 160 430

5 mitos que as empresas de SEO querem fazer esquecer em 2015

Publicado em

motor de buscaO Google mudou, este ano, as regras do jogo no que toca ao SEO. É importante sublinhar que, agora, o conteúdo é o mais relevante. Existem muitos mitos à volta do SEO, alguns dos quais é importante desmontar. As empresas de SEO devem aconselhar os seus clientes, para que os seus resultados não sejam prejudicados.

Mitos que as empresas de SEO devem desmontar este ano

 

1.      O meu «page rank» é elevado, não preciso de SEO

Nada mais errado. O Google colocou o «page rank» no final do seu algoritmo de indexação. Isto porque surgiram no mercado muitas empresas que tentam ganhar dinheiro através da venda de links. Embora o «page rank» ainda faça parte do algoritmo do Google para gerar resultados relevantes nas pesquisas, as empresas de SEO devem dizer aos seus clientes que este factor já não é o mais importante, por diversas razões:

  • É fácil de manipular
  • Não se correlaciona como devia com os rankings dos motores de pesquisa
  • Já não tem métricas credíveis, devido ao fim das actualizações da ferramenta da barra do «page rank»

Neste sentido, é necessário saber se as empresas de SEO alertam para estas alterações e se estão devidamente actualizadas com o que se passa no mercado.

 

2.      As redes sociais não têm impacto no SEO

Outro erro crasso. As empresas de SEO que consultar vão dizer-lhe que o índex do Google não dá muita importância aos «gostos» e aos comentários. No entanto, as redes sociais têm outras funções extremamente importantes:

  • Expõem a sua marca e mensagem a uma audiência muito vasta, abrindo a porta a que outros produtores de conteúdo façam referência ao seu website nos seus posts.
  • Criam envolvimento e reputação, dois conceitos muito importantes para o Google.
  • Produzem um ciclo de actividade no seu website, que indica ao Google que o seu conteúdo é relevante para as pessoas, aumentando o ranking da sua página web.

 

3.      O conteúdo é rei

diagrama de SEOPorventura não sabe nem nunca foi aconselhado por empresas de SEO sobre este tema. A sua página de contactos, os seus termos e condições e a sua política de privacidade são conteúdo. Provavelmente, não dizem nada ao Google sobre o seu website, além de que cumpre com os requisitos legais.

O seu conteúdo deve ser direcionado para os clientes e não para o Google. O conteúdo não serve de nada, se não for devidamente enquadrado e contextualizado, incluído em estratégias de promoção e marketing digital. Nem todas as empresas de SEO defendem o conteúdo, até porque muitas delas não têm meios para o produzir.

 

4.      Encontre a palavra-chave mágica

As «palavras-chave mágicas» são um mito antigo. Pergunte às empresas de SEO que consultar e veja a resposta. As pessoas não são robôs e não reduzem as suas pesquisas a uma palavra mágica. Já ninguém pesquisa apenas por «Pilates». As pessoas procuram «aulas de pilates em Lisboa» ou «professores de pilates que dão aulas ao sábado».

É importante que as empresas de SEO digam, alto e a bom som, que é importante focalizar-se na criação de conteúdos à volta de temas e de tópicos, e não de uma ou duas palavras-chave. Embora as palavras-chave ainda sejam importantes, actualmente, o mais relevante é a criação de conteúdo à volta de temas que criem elos de ligação com o leitor/cliente.

 

5.      Já fiz SEO no ano passado

Muitas empresas de SEO andam no mercado a dizer que o SEO é um processo temporário – tipo programa de ginásio – e que bastam alguns meses para que o seu website fique no topo dos resultados das pesquisas do Google. Nada mais errado. Essas mesmas empresas de SEO que optimizam as meta-tags, o «anchor text» e fazem algum link building podem até aumentar o ranking do seu website, mas rapidamente ele voltará ao que era.

O SEO é algo que tem de ser feito diariamente, com todos os conteúdos que produz e com toda a sua actividade online. É isso que vai ajudar o Google a determinar a relevância do seu website.

É importante que saiba que o Google não existe para servir as empresas de SEO ou quaisquer outras. O Google existe para proporcionar a melhor experiência a quem pesquisa no seu motor de busca.

Recorra a empresas de SEO credíveis e transparentes. Fale com a WWA e agende uma reunião

Tags: , , , ,



Quem leu este artigo também leu

Sabe o que é o SEO e para que serve?

SEO
Saber Mais
4 estratégias de SEO para chegar ao topo do Google

Estratégias de SEO
Saber Mais
Search Engine Optimization? Porquê e para quê?

Search Engine Optimization
Saber Mais
Precisa de ajuda? Fale já connosco!

Lamentamos mas de momento não estamos online. Deixe-nos uma mensagem e assim que possível entraremos em contacto consigo.

Prima ENTER para enviar mensagem