WWA - Web Winner Agency | Email da WWA info@wwinagency.com | Telemóvel da WWA 964 160 430

Empresas de websites que apostam na personalização criam valor ao cliente

Publicado em

Todas as empresas de websites sonham em oferecer aos seus clientes websites com conteúdo hiper-relevante e muito dinâmico, que promova o envolvimento e a conversão de qualquer visitante que chegue ao respetivo site. A personalização de websites vai tornar-se por isso, muito em breve, uma realidade universal.

Algumas empresas de websites estão já a antecipar esta revolução, apostando forte no conteúdo dinâmico. empresas de websitesSegundo estatísticas recentes, 94 por cento das empresas concordam que a personalização das páginas web é um fator crítico de negócio, atual e futuro.

Isso não deve constituir surpresa, sobretudo tendo em conta que 40 por cento dos consumidores finais compram mais quando a sua experiência Web é personalizada. Mas, que tipo de estratégias e tecnologias as empresas de websites poderão colocar ao serviço desta personalização?

Como as empresas de websites faziam a personalização das páginas

Normalmente, eram utilizados títulos e motes para chamar a atenção dos clientes. O recurso a conteúdo cuidado e apelativo e a landing pages cativantes era a principal aposta para a conversão. O maior problema com esta estratégia é que a maioria das empresas de websites não consegue adaptar esses conteúdos a um visitante recorrente, acrescentando algo por que valha a pena voltar.

Os conteúdos estratégicos baseados na geo-localização, que apresentam diferentes promoções consoante um visitante seja de Leiria ou de Bragança são uma das novas apostas de personalização das empresas de websites.

Antes, a personalização baseada na localização dos visitantes requeria muito trabalho de desenvolvimento, mas hoje tudo está bem diferente.

 

Como funciona hoje a personalização de websites

Com a crescente sofisticação das plataformas drag-and-drop, a tarefa de criar websites dinâmicos e personalizados foi bastante simplificada. Qualquer designer – com pouco ou nenhum conhecimento de código – pode agora fazer o que antes implicava uma equipa inteira de programadores.

Pegando no exemplo da geo-localização, a integração das plataformas com o Google Maps permite agora automatizar uma grande quantidade de trabalho de programação. Isto significa que qualquer designer de uma empresa de websites pode entrar simplesmente na cidade para a qual pretende apresentar uma mensagem personalizada e criar o layout que quer mostrar.

A plataforma recorre ao Google Maps para determinar a latitude e longitude e armazena a informação. Quando um visitante chega ao site, é possível determinar a sua latitude e longitude através do seu endereço IP. Se coincidir com a cidade designada, o site sabe que tem de mostrar o conteúdo personalizado criado pelo designer.

Para saber mais sobre esta e outras competências das empresas de websites, contacte-nos!

Tags: ,



Quem leu este artigo também leu

3 Motivos para ter um site responsive

site responsive
Saber Mais
Como funcionam as estratégias de marketing?

Estratégias de marketing
Saber Mais
O que é e para que serve o web analytics?

web analytics
Saber Mais
Precisa de ajuda? Fale já connosco!

Lamentamos mas de momento não estamos online. Deixe-nos uma mensagem e assim que possível entraremos em contacto consigo.

Prima ENTER para enviar mensagem