WWA - Web Winner Agency | Email da WWA info@wwinagency.com | Telemóvel da WWA 964 160 430

RankBrain: a Inteligência Artificial do Google que vai por as empresas que criam sites em alvoroço

Publicado em

empresas que criam sitesOs engenheiros do Google não se cansam de tentar aperfeiçoar o algoritmo do maior motor de busca da Web. Desta feita, segundo o site Search Engine Land, criaram um mecanismo de inteligência artificial chamado RankBrain, que já processa cerca de 15% dos resultados diários de pesquisas no Google. Esta máquina tem capacidade para aprender, não substitui o algoritmo do motor de busca, mas introduz uma nova forma de interpretar as pesquisas. Uma nova variável a ter em conta pelas empresas que criam sites.

O algoritmo do Google é o sistema que processa o que os utilizadores pesquisam e combina milhares de milhões de páginas web para listar as que pensa serem as mais úteis para quem pesquisou. O RankBrain, por sua vez, é uma parte do algoritmo que interpreta o que o utilizador procura e tenta compreender a forma de submeter a pesquisa, com vários sentidos. As empresas que criam sites já estão atentas a este fenómeno.

Empresas que criam sites vão ter de encontrar formas de associar expressões e temas

 

Imagine-se, por exemplo, que alguém pesquisa por «Barack». Até há algum tempo atrás, o Google e os outros motores de busca podiam devolver páginas web apenas com essa palavra exacta. Desde 2013, sobretudo com o lançamento da actualização Hummingbird, o Google passou a compreender melhor as relações entre as palavras. As empresas que criam sites aperceberam-se cedo dessa alteração.

É por isso que, hoje, uma pesquisa sobre «Barack» pode devolver páginas com informação sobre o «Presidente dos EUA», «Barack Obama» ou até mesmo o «marido de Michelle Obama».

O RankBrain parece ser uma nova forma de processar as pesquisas, que interpreta o que poderá estar por trás das intenções dos utilizadores. Este mecanismo recorre à inteligência artificial para transformar enormes quantidades de informação escrita em fórmulas matemáticas – chamadas vectores – e que o computador consegue compreender. É uma espécie de magia para as empresas que criam sites.

Pesquisas no Google devem sofrer mais alterações nos próximos tempos

 

empresas que criam sitesSe o RankBrain se depara com uma frase ou palavra que não lhe é familiar, a máquina pode tentar adivinhar que palavras ou frases podem ter um sentido similar e filtrar os resultados de acordo com essa associação.

O RankBrain é uma das centenas de sinais que o algoritmo do Google recebe para determinar que resultados devolver numa página de pesquisa e qual a ordem pela qual vão aparecer. Um sinal é algo que está associado à percepção de qualidade de uma página, tal com as palavras-chave ou os links. As empresas que criam sites estão bem a par deste tipo de sinais.

O Google tem centenas destes sinais, mas há quem defenda que o RankBrain não é realmente um sinal, mas antes uma ferramenta de processamento de expressões de pesquisa. Os engenheiros do Google, que passam os dias a melhorar os algoritmos que orientam o software de pesquisa, fizeram um teste para saber que páginas o Google listaria primeiro para determinadas pesquisas. Os resultados foram elucidativos para as empresas que criam sites: os humanos adivinharam correctamente 70%, mas o RankBrain teve uma taxa de sucesso de 80%.

Para saber mais sobre SEO, algoritmos do Google e empresas que criam sites, contacte-nos e agende uma reunião

Tags: , , , ,



Quem leu este artigo também leu

Porque optar por uma agência para o desenvolvimento de websites?

Desenvolvimento de Websites
Saber Mais
3 Motivos para ter um site responsive

site responsive
Saber Mais
Como funcionam as estratégias de marketing?

Estratégias de marketing
Saber Mais
Precisa de ajuda? Fale já connosco!

Lamentamos mas de momento não estamos online. Deixe-nos uma mensagem e assim que possível entraremos em contacto consigo.

Prima ENTER para enviar mensagem